O difícil faz-se, ao impossível dá-se-lhe um jeito Google

Optimismo económico manteve-se em Fevereiro
Poupar e Gastar - Ordem do dia
28-02-2016


Confiança dos consumidores aumentou
Confiança dos consumidores aumentou
O indicador de confiança dos consumidores aumentou em Janeiro e Fevereiro. Nas empresas, o sentimento económico também é mais positivo, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

O indicador de confiança dos consumidores aumentou em Janeiro e Fevereiro, depois de ter diminuído entre Outubro e Janeiro, «prolongando a tendência ascendente observada desde o início de 2013», adiantou o INE, referindo que o indicador de clima económico «aumentou ligeiramente», confirmando que os portugueses estão mais optimistas.

Esta recuperação nos últimos dois meses reflectiu «o contributo positivo de todas as componentes», como as perspectivas relativas à evolução da situação financeira do agregado familiar e da situação económica do país.

O INE adianta mesmo que «o saldo das expectativas relativas à evolução da situação financeira do agregado familiar manteve a trajectória ascendente observada desde o início de 2013, atingindo o máximo desde Setembro de 2000».

O índice reflectiu ainda uma melhoria das perspectivas em temas como a poupança e o desemprego, «mais expressivo no último caso em Fevereiro».

«As perspectivas relativas à evolução da situação económica do país recuperaram nos últimos dois meses, interrompendo o movimento descendente observado desde Maio», disse a entidade responsável pelas estatísticas nacionais.

«O saldo das opiniões sobre a evolução da situação económica do país diminuiu de forma ténue em Fevereiro, embora não se afastando do patamar em que se encontra relativamente estável desde Outubro», acrescenta o comunicado do INE.

Os dados indicam ainda que em Fevereiro também melhorou a confiança na Construção e Obras Públicas, no Comércio e nos Serviços, verificando-se uma estabilização na Indústria Transformadora, depois de aumentos ligeiros nos dois meses anteriores.

O indicador de confiança do Comércio também aumentou em Fevereiro (depois de uma queda em Janeiro) devido ao «comportamento positivo das expectativas de actividade e das opiniões sobre o volume de stocks».

No caso dos serviços, deu-se uma ligeira melhoria (após diminuições entre Outubro e Janeiro) «reflectindo o contributo positivo das opiniões e perspectivas sobre a evolução da carteira de encomendas».




Artigos relacionados
 
 
 
 
PUBLICIDADE



SIGA-NOS NO FACEBOOK!
MAIS LIDAS
PUBLICIDADE
PARCERIAS
Erika Morbeck
VISITAS
Copyright © 2009-2017 SexoForte.net | Cúmplices | Estatuto | Contacto | Política de privacidade | Última actualização: 29-05-2016 06:12h